domingo, 9 de outubro de 2011

Porque eu amo-te hoje e sempre ♥

Obrigada. Obrigada por tudo e por nada. Por estares sempre tão presente. Por seres o meu preservativo(tu percebes :b), o meu anti-depressivo, e o meu calmante ♥ ahah :p
É tão estúpido sentir este sentimento que me impede de estar contigo. Não poder sentir-te, não ter-te perto de mim. Querer ver-te e nem isso ser possível. Sentir-me segura junto a ti. Quero isso sempre. Quero poder estar contigo vinte e quatro horas sob vinte e quatro horas. Sempre perto de ti. Sem horas marcadas para nos despedirmos. Sem termos de contar o tempo que falta. Quero estar permanentemente contigo.
Começo a pensar que aquela frase feita do '' querer é poder '' não é bem assim. Eu quero tanto isto, e há tanto tempo, e nada acontece. Essas frases tipicamente usadas em forma de conselhos, não são verdadeiras. Cheguei a essa conclusão á algum tempo já.
Tenho tantas saudades tuas. Não é normal. Preciso de ti. Preciso de saber que contigo é para sempre.
Sei perfeitamente que nunca me deixaste. Que sempre foste a minha " voz da razão ''. Que nunca me deixaste ficar mal. Que me ajudas-te em tudo o que pudeste. Que sempre te mantiveste ao meu lado. Mas sei também, que fiz coisas que nunca devia ter feito. Magoei-te e não era suposto isso acontecer. Não queria mesmo nada, de maneira nenhuma magoar-te. Desiludi-te. Deixei com que tu visses a pessoa estúpida e desprezável em que eu me estava a tornar. E isso eu não podia ter feito. Nunca me devia ter começado a tornar nisso. Mas desde o momento em que li aquela tua mensagem, aquela comparação, que me deixou perplexa a olhar para o telemóvel, senti que tinha de mudar. Não queria de maneira nenhuma ser assim. Não queria acima de tudo, que tu pensasses que me estava a tornar naquilo. Nunca fui assim, e nunca serei.
Sim, eu sei que mudaste por mim. E sinceramente sinto-me bastante lisonjeada por isso. Mas como já sabes, isso só te fez bem a ti.
És uma pessoa completamente diferente de há quase quatro anos atrás. Não sei explicar o que sinto. É um misto de felicidade e orgulho. Tudo misturado.
Sabes que vais ser sempre aquele parvo que é muito importante para mim, e que sem ti eu não conseguia viver, não sabes ?! Espero bem que sim. Porque eu não quero, nunca, que me deixes.
E não me esqueço dos planos que tínhamos para o futuro oh :p
Eu sei que nem sempre fui a melhor amiga que precisaste. Que provavelmente nos momentos mais difíceis não te apoiei como devia de ter feito. Que muitas das vezes tens razão e eu não ta dou.  Mas também sei que eu sem ti, não era absolutamente nada. Sou completamente dependente de ti. E acho que isso se começa a tornar numa forma de vida. Preciso de falar contigo todos os dias, nem que seja só por um bocado, mas preciso disso. Necessito de saber se estás bem ou não. Preocupo-me. Por vezes demasiado. Mas tenho medo de te perder.
Penso que ás vezes exigi demais de ti. Mais do que poderias ser. E foi por isso que houve um tempo em que a nossa amizade se baseava em discussões atrás de discussões. Peço-te desculpa. Por isto e por tudo o resto. Só que o medo de te perder é tanto que por vezes estas situações acontecem.
Magoei-te. Eu sei que o fiz. Se estou arrependida ? Por um lado sim. Mas por outro não. Arrependo-me por razões óbvias. Nunca na vida queria (nem quero) magoar-te. Mas não me arrependo porque perante toda esta situação, apercebi-me de que há pessoas que não merecem a mínima preocupação, e há outras que a têm por mérito próprio. Tu és das pessoas com quem eu me preocupo e com razão aparente para isso acontecer.
O objectivo deste texto não é ser um texto querido, nem ser tipo um agradecimento ou um pedido de desculpas (para isso já há textos suficientes). Este texto foi escrito por mero acaso. Comecei a escrever, e saíu isto :D

Resta-me dizer apenas uma coisa que tu já deves saber, mas que nunca é de mais relembrar.


Melhor Amigo, eu amo-te 

23 comentários:

  1. Eu sei... Muitas vezes querem-nos enganar com essa coisa do "tempo" mas realmente ele não costuma curar nada, às vezes só piora :x

    ResponderEliminar
  2. que texto querido ó *-*
    aii obrigada minha querida mesmo!! acredita sabe tao bem ouvir :'$

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho mas é complicado quando muitas coisas mudam :s

    ResponderEliminar
  4. Talvez, mas queria que chegasse logo à fase de já estar tudo bem... :x

    ResponderEliminar
  5. Sim, eu tenho de, pelo menos, tentar :s

    ResponderEliminar
  6. eu acho que ainda sao um pouco confusos, por assim dizer, a escrita! mas este acho que foi o meu melhor, estava bem inspirada :')

    ResponderEliminar
  7. olha entao ainda bem minha fofinha *.*

    ResponderEliminar
  8. Espero que sim, fofinha... Mas então e tu? (:

    ResponderEliminar
  9. Estamos aqui a falar de mim e de ti nada xd

    ResponderEliminar
  10. Eu sei mas não gosto só de falar de mim xd
    Mudaste o nome do teu blog, não foi? Adorei *.*

    ResponderEliminar
  11. Não falamos do que eu quiser não, tu decides! xd
    É, gostei muito :D

    ResponderEliminar
  12. Pronto, então queres contar alguma coisa? haha

    ResponderEliminar
  13. Hahaha a idade não sabia vês xd
    Mas e mais? :b

    ResponderEliminar
  14. Já fui ler haha
    Então eu sou o Ricardo, tenho 15 anos e sou de Portimão xd

    ResponderEliminar
  15. Eu tinha mas depois entraram-me lá e mexeram-me nas cenas e eu tive que apagá-lo --'

    ResponderEliminar