segunda-feira, 2 de abril de 2012

Fragmentos da eternidade ∞ II

De: Ele
Para: Ela

«   Meu amor, tu podes pensar que já não significas nada para mim, mas a verdade é que tu, tu és a mulher da minha vida, foste, és e serás o meu grande amor. Nunca duvides disso. Do nosso amor. Não duvides da essência presente nos nossos momentos a dois. Foi tudo tão mágico. Mas não podia continuar aí, contigo. Um dia vais entender o porquê. Só te quis proteger. Não aguentava se algo te acontecesse, e a culpa fosse minha, por não ter podido fazer nada. Lembraste daquele fim de tarde ? Quando estávamos os dois sozinhos, no sítio que eu, pelo menos eu, ainda considero "nosso" ? Aquele para onde íamos sempre que precisávamos de estar sozinhos os dois, onde ninguém nos ia procurar ? Aquele sítio onde eu te encontrava sempre que estavas triste, e te confortava com o meu abraço ? Lembraste ? Foi aí, foi aí que eu te prometi que te iria proteger, que não ia deixar que nada nem ninguém te fizesse mal. Disse-te que ias ser sempre a minha pequenina. Que te iria amar sempre, e nunca serias esquecida. E é por isso que vim embora. Não tinha outra hipótese. Podes até pensar que isto é apenas uma desculpa. Mas eu não te podia pôr em perigo. Não podia deixar que alguém fizesse mal á minha vida. Tu és a minha vida. E mesmo que não esteja contigo, eu amo-te. Penso em ti todos os dias. Cada vez que vou dormir e não te tenho ao meu lado, uma dor invade-me de tal maneira, que as lágrimas escorrem-me pelo rosto. Sinto saudades quando chego a casa e vejo que tu não estás. Quando vou dormir e não te sinto a abraçar-me. Aquele abraço que é só teu, e que me faz sentir bem e amado. Não ter o teu beijo, não ver os teus olhos azuis a brilharem, não sentir o teu doce cheiro, não te poder tocar... Tudo isso me mata por dentro. Mas não posso voltar, não agora. Talvez daqui a um tempo volte, mas poderá já ser tarde de mais para ti. Sim, porque eu não te posso pedir que fiques á minha espera. Não posso impedir-te de viveres e de continuares a amar, só por algo que fiz, e que agora tenho de sofrer as consequências.
Espero que um dia me perdoes, e que me entendas. Tenho esperanças de que um dia, a nossa promessa de ficarmos juntos para sempre, seja realizada.
 Apesar de tudo, eu amo-te, eternamente. ∞    »

14 comentários:

  1. pois é fofinha (:
    vou fazer de tudo para que ninguém nos separe!

    ResponderEliminar
  2. Que lindo :o
    Gostei do blog, vou seguir *

    ResponderEliminar
  3. Acredita princesa, era tudo muito mias fácil...mas acho que íamos ficar sempre com algum peso por não o termos feito..
    Gostaste mesmo ? :$

    ResponderEliminar
  4. sim, penso que toda a gente devia ter em conta isso. porque quem não o fizer, mais tarde de certeza que se vai arrepender ... xs

    ResponderEliminar
  5. Sim ...
    só espero que tu aproveites agora, tudo, da melhor forma, princesa (:

    ResponderEliminar
  6. Oh que amoroso ! Adorei o blog vou-te seguir :)*

    martalmeida-photography.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Eu no inicio achava macs super fácil, agora discordo completamente! Ando no 10º ano, mudei de curso de científicos para humanidades. Porque estava sem duvida no curso errado, não gostava nada, agora estou no certo :) mas esta matemática na mesma mata-me -.-

    ResponderEliminar
  8. eu até acho que os métodos são bastantes úteis agora não percebo é para quê que temos de saber a estatística tão pormenorizadamente! é ridículo!

    ResponderEliminar
  9. Pois, não tenho outro remédio. A ver vamos se este período subo :)

    ResponderEliminar
  10. olá (:
    tenho a decorrer uma sondagem e um texto novo , gostava do teu voto e da tua opinião .
    retribuirei e agradeço ♥

    ResponderEliminar